CONTATO

E-MAIL PARA CONTATO:
oucaapalavradosenhor@oucaapalavradosenhor.com

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Qual o espírito que atua nos OVNI's?



Joe Firmage, presidente de uma companhia de alta tecnologia no Vale do Silício, renunciou subitamente ao cargo para dedicar-se a convencer as pessoas que os OVNI’s [Objetos Voadores Não-Identificados] realmente existem e que estão entre nós hoje. Após você ouvir a descrição de como ele chegou a essa conclusão, não terá dúvidas a respeito do espírito que está por trás do fenômeno OVNIs.
A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia a dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.

Resumo da Notícia: "Um Bem-Sucedido Empresário do Vale do Silício Abandona Tudo Para Investigar os OVNIs", MSNBC, 28/6/99, Entrevista de Keith Morrison com Joe Firmage.

Firmage - "Deixe-me dizer isto. A Terra está sendo visitada por seres do espaço provavelmente há vários milhares de anos."

Entrevistador - "Em uma terra onde existem muitos vencedores, o sucesso obtido por Joe Firmage é lendário; a história de um jovem mago da computação que vendeu sua primeira empresa quando tinha apenas 19 anos, e que depois trabalhou para criar a empresa da Internet de seus sonhos - a USWeb. Ele queria criar a maior empresa de consultoria em Internet do mundo, e conseguiu. A USWeb fornece serviços de Internet para a Apple Computer, Levi Strauss, Harley Davidson e NBC."

O entrevistador e o entrevistado contam que, quando Firmage deixou a USWeb, a companhia estava avaliada em quase três bilhões de dólares, tinha 2.000 funcionários e transformara Joe Firmage em um homem riquíssimo. Neste ponto, 99% dos ouvintes estavam sem dúvida impressionados com as credenciais do entrevistado e prontos para ouvir o que ele tinha a dizer sobre as questões espirituais.

Joe Firmage é um aderente zeloso da Nova Era, que acredita de todo o coração na realidade dos OVNI’s. Agora, ele está usando sua fama e seu dinheiro para levar muitas outras pessoas a acreditarem em OVNI's e em seres de outros planetas. A primeira declaração de Firmage, é um dogma padrão da Nova Era, concebido para explicar os milagres no Antigo Testamento e fenômenos como o incrível conhecimento científico necessário para criar as pirâmides do Egito e de outros lugares no mundo. Em vez de atribuirem os milagres bíblicos a um Deus onipotente que interveio na história humana, eles tentam explicá-los dizendo que seres de outros planetas, viajando em OVNI’s, visitaram a Terra há milhares de anos atrás, intervindo na história mundial.

"Entrevistador: Joe Firmage acredita em seres de outros planetas, e nos OVNI’s. Não apenas que eles existam, mas que estão aqui entre nós."

"Firmage: A ciência está dizendo que esse tipo de fenômeno é possível. Milhões de pessoas estão dizendo que está acontecendo. Eles já foram detectados nos radares. Já conversei com coronéis e com brigadeiros..."

"Entrevistador: Joe renunciou ao seu cargo exatamente quando a USWeb estava completando uma grande fusão com outra empresa voltada para a Internet. Em seguida, gastou milhões para publicar um livro on-line chamado The Word is Truth [A Palavra é Verdade]. É uma apaixonante e longa investigação sobre a física moderna, religião e a história humana - tudo levando à crença de Firmage que os alienígenas estão presentes entre nós."

Embora a maioria das pessoas pense que os extraterrestres sejam apenas uma preocupação inofensiva e sem conseqüências, os aderentes da Nova Era encaram o assunto com muita seriedade. Além disso, estão afirmando que os extraterrestres realmente existem, e que estão tentando ajudar os terráqueos a alcançarem um nível novo e mais elevado de consciência que permitirá o aparecimento do Cristo da Nova Era. Se você não acredita, simplesmente vá a uma livraria especializada em livros de Nova Era e veja quantos títulos eles têm sobre vida em outros planetas e OVNI’s. Ou então, faça uma pesquisa em algum site de busca na Internet, procurando os termos "Nova Era" ou "New Age" no sistema de pesquisa. Observe na listagem quantas vezes aparece "OVNI" ou "extraterrestres".

Mas, por que os aderentes da Nova Era estão tão entusiasmados a respeito dos extraterrestres e OVNI’s? A resposta é esclarecedora e surpreendente. Continue lendo para saber o "Restante da Notícia".

Vamos agora examinar essa fenomenal preocupação com OVNI’s e extraterrestres. Os extraterrestres são mostrados em filmes, programas de televisão e livros de ficção científica como:

_Exatamente como nós em muitos aspectos;

_Mais inteligentes e mais avançados tecnologicamente;

_Seres amigos que vivem em paz, podendo assim ensinar a humanidade a viver na paz;

_Têm somente nossos melhores interesses em vista.

“... em 1982, Michael London, do jornal Los Angeles Times, reuniu um grupo de oito pessoas que tinham experimentado encontros com OVNI’s e seres de outros planetas para assistirem a uma pré-estréia do filme ET, de Steven Spielberg.” Ele observou as seguintes reações do grupo ao filme:

‘É um filme real, não um romance. É parte de um processo de condicionamento e preparação da população para a chegada dos seres dos outros planetas’. ‘O filme é um veículo... Ele convence o público a não temer os fenômenos paranormais. E, que melhor lugar para começar senão com as crianças?.... Tudo está sendo voltado para as crianças...” [Ênfase acrescentada]. Pessoal, vocês compreenderam que a admissão nessa sentença acima foi de líderes da Nova Era, especialistas em fenômenos ocultistas de OVNI’s e extraterrestres? Esses líderes ocultistas estão admitindo que o filme ET foi simplesmente um instrumento de condicionamento para preparar nossos preciosos filhos para "a chegada dos seres de outros planetas".

As Crianças São os Alvos Específicos do Condicionamento Para a Aceitação do Anticristo.

Tudo está sendo feito voltado para nossas crianças, e tem sido assim há mais de vinte anos. Portanto, a primeira geração que foi condicionada agora está tendo seus filhos, que também serão condicionados. Qual é o propósito? Lembre-se que a indústria do cinema e a televisão são abertamente hostis ao cristianismo e são aderentes da Nova Era. Lembre-se também que o objetivo número 1 da Nova Era é preparar o cenário para o aparecimento do Anticristo.

Quando o Anticristo aparecer, afirmará ser um mestre elevado de outra dimensão, proveniente de outro planeta. Ele será tão camarada quanto aqueles extraterrestres que você viu nos filmes na televisão e no cinema, terá nossos melhores interesses em vista e quererá levar o mundo a uma nova e pacífica existência.

Os líderes da Nova Era acreditam que as pessoas estarão muito mais inclinadas a aceitarem as afirmações do Anticristo se forem primeiro condicionadas a crerem na existência de seres extraterrestre amigos.

Neste ponto, precisamos parar e examinar as passagens bíblicas relevantes:

1 João 4:1-3: "Amados, não deis crédito a qualquer espírito; antes, provai os espíritos se procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo fora. Nisto reconheceis o Espírito de Deus: todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; e todo espírito que não confessa a Jesus não procede de Deus; pelo contrário, este é o espírito do anticristo, a respeito do qual tendes ouvido que vem e, presentemente, já está no mundo." Chamo sua atenção para o verso 2, que diz "todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; e todo espírito que não confessa a Jesus não precede de Deus; pelo contrário, este é o espírito do anticristo". Isso é exatamente o que as seitas e as religiões de Nova Era tentam fazer.

Observe que o apóstolo João não questiona se os espíritos existem ou não; ele sabe que os demônios existem. João está dizendo, "Provai os espíritos [que aparecerão], se procedem de Deus". Observe também que o período de tempo no contexto é a Época do Anticristo; esses espíritos estarão negando que Jesus Cristo realmente tornou-se um homem e que veio em carne; estarão tentando separar o Jesus histórico em carne e ossos do Jesus Divino que era e é Deus. É exatamente isso que essa enganação dos OVNI’s e dos extraterrestres está tentando fazer.

Agora, considere outra Escritura aplicável:

Mateus 7:18-20, "Não pode a árvore boa produzir frutos maus, nem a árvore má produzir frutos bons. Toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada ao fogo. Assim, pois, pelos seus frutos os conhecereis."

Vamos examinar os frutos dos OVNI’s examinando os relatos das pessoas que foram contactadas por eles. Uma fonte excelente é o cientista francês Jacques Vallee, em seu livro, Messengers of Deception: UFO Contacts and Cults [Mensageiros da Enganação: Contatos com OVNI’s e Seitas]. Vallee é um cientista renomado internacionalmente. Ele apresenta a visão empírica de um cientista não-cristão sobre o assunto.

Vejamos quais são os assuntos que os OVNI’s estão ensinando às pessoas contactadas.

Experiências fora do corpo (pg. 73);

Comunicação espírita (pg. 123);

Escrita automática, ou psicografia (pg. 123);

Algumas pessoas entram em transe, e vozes lhes dão as mensagens (pg. 85);

Os OVNI’s utilizam a energia dos cristais, até como propelente (pg. 109);

Algumas pessoas que passaram por essa transformação espiritual começaram a ter uma maior percepção psíquica (pg. 83-84).
O processo pelo qual a consciência humana foi elevada era a maneira exata como as forças demoníacas trabalham. É pensamento transplantado. (pg. 78-79). Neste ponto, quero falar sobre o perigo da hipnose, e como os hipnotizadores da Nova Era a estão utilizando. Quando as pessoas passam pela hipnose, estão entregando sua consciência ao hipnotizador. Elas podem ser programadas de diversas formas, especialmente para responderem à certas ações, ou a comandos específicos. As pessoas que dizem terem sido contactadas por extraterrestres estão sendo solicitadas a passarem por hipnose para que possam "regredir" de volta à cena e relembrar suas experiências com os extraterrestres, memórias essas que supostamente foram reprimidas pela mente consciente. No entanto, o que realmente ocorre é que o hipnotizador implanta cenas na mente da pessoa contactada. Essa pessoa então "lembra" aquilo que foi programado e a "memória" parece tão real que ela própria acredita na mentira. Desse modo, elas tornam-se testemunhas muito eficientes no convencimento das outras pessoas. Fique longe da hipnose, mesmo que seja para propósitos terapêuticos.

Sessões (pg. 69)

Doutrinas sobre a existência de raças superiores, de pessoas com missões escolhidas, referências à Atlântida, e a antigos astronautas..." (pg 57, 103). Observe que isso vincula os OVNI’s com o nazismo. Lembre-se que a Nova Ordem Mundial é nazismo com outra roupagem.

"A expectativa de uma inteligência superior está começando a parecer uma forma de adoração..." (pg. 66)

Os extraterrestres utilizam terminologia padrão da Nova Era na comunicação com os humanos contactados. A melhor ilustração disso é o ensino que "os Mestres Elevados da Hierarquia" estão se preparando para intervir novamente na história mundial e levar a humanidade a um nível mais elevado de consciência. "Eles selecionarão um homem e o capacitarão com poderes e conhecimentos sobre-humanos. Esse homem, nos conduzirá a um governo e a uma paz mundial." [UFO: End Time Delusion (OVNI: A Ilusão do Fim dos Tempos), David Lewis, pg. 46]

Quem é esse homem que será selecionado? Maitréia, o Cristo da Nova Era, o bíblico Anticristo!! Essa combinação em palavras e conceitos mostra claramente que os "espíritos-guia" dos autores de livros da Nova Era são os mesmos "espíritos-guia" dos extraterrestres. Ou será que significa que os extraterrestres são os "espíritos-guia" que instruíram os autores de livros sobre Nova Era todo esse tempo?

Todas essas práticas são ocultismo clássico! Além disso, como o autor cristão David Lewis diz em seu livro UFO: End Times Delusion, "Sem exceção, todas as pessoas que afirmam terem contacto com extraterrestres... têm uma coisa em comum. Todos tiveram um envolvimento anterior com atividade metafísica ou seitas. Alguns estavam envolvidos na adoração a Satanás, feitiçaria, fenômenos psíquicos, Nova Era, canalização... Aqueles envolvidos em contatos diretos com OVNI’s e extraterrestres já tinham uma conexão com o lado escuro do mundo sobrenatural." Assim, as pessoas que hoje se entregam às atividades satânicas em um grau ou outro, são aqueles que estão sendo usados para enganar ainda mais as outras pessoas, levando-as à crença em OVNI’s e em extraterrestres. Em seguida, Lewis acrescenta esta consoladora afirmação, ".... nenhum cristão já teve um encontro direto com um suposto ET." [pg. 15-16]. Assim, Deus está protegendo seus filhos eleitos dessa enganação satânica. Louvado seja o Santo Nome do Senhor !!!

Agora, vamos examinar os objetivos declarados dos OVNI’s e faremos isso comparando com os objetivos do Movimento da Nova Era, que busca o estabelecimento da Nova Ordem Mundial. [Observe também que esses são os objetivos do comunismo, o que prova nosso ensino que o comunismo sempre foi um soldado no exército Iluminista, para que a Nova Ordem Mundial pudesse ser implantada.]

1. NOM: Abolir todos os governos constituídos.

OVNI: Abolir a democracia em favor de uma ditadura [pg. 103, 113].

2. NOM: Todas as religiões precisam ser abolidas.

OVNI: Todas as religiões precisam ser abolidas [pg. 93].

3. NOM: Estabelecer um governo mundial.

OVNI: Estabelecer um único governo mundial, uma ditadura utópica benevolente [pg 113].

4. NOM: Todas as religiões do mundo são iguais e um dia serão combinadas em uma só.

OVNI: Todas as religiões do mundo são iguais [pg 121].

Assim, os objetivos dos OVNI’s concordam perfeitamente com os da Nova Ordem Mundial. Além disso, os extraterrestres dos OVNI’s estão ensinando aos seus contactados conceitos que, se postos em prática, cumprirão as profecias bíblicas referentes aos últimos dias.

Uma única economia global [pg 57];

Eliminação do dinheiro [economia sem papel-moeda] (pg 57);

Haverá uma paz universal [pg 57, 103].

Lembre-se da advertência profética do apóstolo Paulo em 2 Coríntios 11:14, "...o próprio Satanás de transforma em anjo de luz." Para condicionar as pessoas a acreditarem nos conceitos da Nova Ordem Mundial, Satanás fez seus demônios manifestarem-se fisicamente como extraterrestres, viajando em OVNI’s, completos com máquinas altamente sofisticadas. Não subestime Satanás; ele é o príncipe deste mundo e recebeu de Deus a permissão de intervir dessa forma inusitada no mundo de hoje. Os resultados serão extraordinários.

Como vimos, os extraterrestres e os OVNI’s estão ensinando doutrinas ocultistas de demônios para seus aderentes e contactados. Vamos retornar agora ao artigo da MSNBC para ver como os seres demoníacos realmente são. Na verdade, fico chocado ao ver como Joe Firmage pode ser tão enfático ao ponto de admitir possessão demoníaca da forma como fez. Presumo que o tempo esteja apropriado para que essa admissão audaz torne-se mundial, talvez para milhões de pessoas.

Possessão Demoníaca apresentada Por Outro Nome.

"Firmage: A imagem de um ser apareceu acima da minha cama e tivemos um diálogo inusitado. Parecendo estar aborrecido e incomodado, ele perguntou, 'Por que me chamou?' Respondi: 'Quero viajar no espaço'. Ele riu e disse, 'Por que deveria lhe dar essa oportunidade? Por que você deveria merecer isso? Respondi sem realmente pensar, "Porque estou disposto a morrer por isso.' Ao ouvir essas minhas palavras, ele ficou muito sério. Então, saiu de dentro dele uma bola azul de energia e entrou em mim."

"Entrevistador Morrison: Joe diz que falou com esse ser angélico e então que o feixe de energia veio direto para o peito dele."

"Drake: Ele não é o primeiro a dizer isso. Existem muitos outros, mas que não têm testemunhas oculares presentes. " [Drake é um cientista cético do SETI - Scientists Searching For Extra-Terrestrial Intelligences (Cientistas Investigando Inteligências Extraterrestres)]

Voltemos à última parte do diálogo. Joe Firmage, um homem muito inteligente, inteligente o suficiente para fundar uma empresa de alta tecnologia que passa a valer quase três bilhões de dólares, fala sobre sua possessão demoníaca, e não pensa nada sobre ela. "... Então, dele [do ser demoníaco] saiu uma bola azul de energia e entrou em mim." Mais tarde, Morrison, o narrador da MSNBC, disse que essa bola de energia entrou no peito de Joe Firmage. A partir deste momento, Firmage ficou possesso por demônios.

A outra revelação chocante aqui é a do cientista cético. Ele disse que estórias desse tipo de "um ser angélico" enviar bolas de fogo à área do peito dos aderentes de OVNI’s e de extraterrestres é muito comum. Essa revelação significa que muitos aderentes da crença em OVNI’s e extraterrestres tornaram-se possessos por demônios!
Essa experiência é parecida com a possessão demoníaca mencionada no livro do Apocalipse. Veja: "Então, vi sair da boca do dragão, da boca da besta e da boca do falso profeta três espíritos imundos semelhantes a rãs; porque eles são espíritos de demônios, operadores de sinais, e se dirigem aos reis do mundo inteiro com o fim de ajuntá-los para a peleja do grande Dia do Deus Todo-Poderoso." [Apocalipse 16:13-14]

Embora esses três espíritos de demônios que saem da boca de Satanás, da boca do Anticristo e da boca do Falso Profeta sejam provavelmente verdes [pela semelhança com as rãs], são o mesmo fenômeno descrito por Joe Firmage. Aqui, um ser demoníaco fez uma bola azul sair dele e entrar em Firmage. Assim, um ser demoníaco muito poderoso fez um demônio subalterno entrar em Firmage.

Além disso, em perfeita sintonia com os princípios do satanismo, essa possessão demoníaca ocorreu somente após Firmage dar sua permissão para ela ocorrer. Lembra-se do diálogo deles? "Respondi, 'Quero viajar no espaço'. Ele riu e disse, 'Por que deveria lhe dar essa oportunidade? Por que você deveria merecer isso? E eu respondi sem realmente pensar, "Porque estou disposto a morrer por isso.' Ao ouvir essas minhas palavras, ele ficou muito sério. Então, saiu de dentro dele uma bola azul de energia e entrou em mim."

Isso é possessão demoníaca clássica. O ser demoníaco poderoso "ficou muito sério" após Firmage lhe dar a permissão, pois isso era exatamente o que ele precisava para ordenar a um demônio subalterno para entrar em Joe Firmage. Logicamente, Firmage não tem a menor idéia que isso aconteceu com ele, e ficaria ofendido se alguém lhe dissesse que está possesso por demônios. No entanto, ele cometeu o grave erro das pessoas nesta época, que desconsideram qualquer noção que os seres sobrenaturais possam ser malignos, achando que todos são benignos. Além disso, como não têm nenhum conceito da doutrina bíblica sobre os demônios, podem ser facilmente enganadas, iludidas e possessas.

Considere novamente o ensino bíblico sobre o reino do Anticristo.

Apocalipse 13:13-15: "Também opera grandes sinais, de maneira que até fogo do céu faz descer à terra, diante dos homens. Seduz os que habitam sobre a terra por causa dos sinais que lhe foi dado executar diante da besta, dizendo aos que habitam sobre a terra que façam uma imagem à besta, àquela que, ferida à espada, sobreviveu; e lhe foi dado comunicar fôlego à imagem da besta, para que não só a imagem falasse, como ainda fizesse morrer quantos não adorassem a imagem da besta.

Esses milagres sobrenaturais levarão os homens a adorar o Anticristo. É exatamente esse o resultado planejado dos OVNI’s e das aparições de extraterrestres.

A realidade chocante é que Satanás tem manipulado os eventos mundiais para implantar um governo mundial, unificando a economia e as religiões e para isso utiliza as sociedades secretas, o comunismo, o nazismo, o Movimento de Nova Era e os OVNI’s. A fusão final que criará a Nova Ordem Mundial está quase completada. Os seres extraterrestres e as naves espaciais não são nada mais que manifestações demoníacas que foram permitidas que ocorram no nosso reino material nestes últimos tempos.

Não se engane a respeito do fato que a vasta maioria das pessoas está pronta para ser enganada. O autor cristão David Lewis afirma em seu livro, UFO: End Time Delusion, que um cristão "teria dificuldades em falar sobre a existência de demônios para uma pessoa média não-religiosa e, em certa medida, até mesmo para algumas pessoas religiosas. A maioria das pessoas nos círculos cristãos tem pouca consciência sobre qualquer tipo de atividade sobrenatural."

Este conceito pode chocar qualquer pessoa que tenha crescido em uma família que interpreta a Bíblia literalmente. No entanto, o autor Lewis está correto ao afirmar que hoje, a maioria das pessoas, incluindo muitas das que se consideram cristãs, não tem a menor compreensão sobre a realidade dos demônios. Satanás, é claro, aproveita-se desse fato.

Satanás passa então para a próxima etapa para convencer os homens que, se algo funciona, então deve ser verdadeiro. Assim, os homens tornam-se susceptíveis às atividades demoníacas, pois seus sistemas "operam" com grande poder. Além disso, esses homens são incapazes de identificar adequadamente esse poder demoníaco, pois mentalmente já descartaram a possibilidade da existência de seres sobrenaturais.

Finalmente, Satanás inicia em estágios de freqüência cada vez maiores e mais fortes, sua enganação final com os extraterrestres. O seres do espaço e o fenômeno dos OVNI’s começam a aparecer com maior freqüência e a fazer contato. Como os homens não acreditam na existência dos seres sobrenaturais, acabam aceitando a mentira que os serem contam, que são uma raça alienígena proveniente de outro planeta, onde há um desenvolvimento tecnólogico e espiritual muito maior que o da Terra. Portanto, quando os extraterrestres desse mundo muito mais avançado dizem qual é sua religião, esperam que a aceitemos, rejeitando nossas religiões ignorantes, desinformadas e fora de moda, especialmente o cristianismo.

"Em tempos antigos", a estória da enganação continua, seres de outros planetas visitaram a Terra e intervieram na história para dar ao homem maior conhecimento, com o qual ele pode construir as maravilhas do mundo antigo, como as pirâmides. Finalmente, a estória ensina que os extraterrestres fizeram experiências genéticas que mudou os humanos do ser da idade da pedra que era, para o homem moderno dos últimos milhares de anos. Firmage acredita fervorosamente nessa mentira, conforme a declaração dele que citamos no início deste artigo.

Agora, chegou o tempo, dizem os extraterrestres, falando por meio de homens como Firmage, para eles intervirem novamente na história mundial. Desta vez, intervirão para salvar a humanidade de si mesma: das guerras, dos conflitos, da ignorância espiritual e das ameaças ao meio ambiente. Esses seres de outros planetas farão tudo isso selecionando um homem, que será dotado de um nível especial de consciência, e que poderá levar o mundo a esse mesmo nível de consciência. Logicamente, esse homem será Maitréia, o Cristo da Nova Era, o Anticristo.

Não se deixe enganar. Conforme Bill Cooper afirma em seu livro Behold a Pale Horse [Eis um Cavalo Amarelo] pg 177, "Os planejadores da Nova Ordem Mundial têm planos para causar terremotos, guerras, o aparecimento de um Messias, a aterrisagem de naves espaciais, e o colapso econômico. Eles poderão provocar todas essas coisas apenas para ter certeza que tudo dará certo... Os Iluministas têm todas as bases já cobertas..." Os demônios do exército de Satanás logo se manifestarão fisicamente como seres de outros planetas, chegando em frotas de naves espaciais, conhecidas como OVNI’s. O plano prevê que essas naves apareçam de repente em muitos lugares simultaneamente. Alguns desses seres descerão diante dos palácios dos governos para conferenciar com os presidentes; alguns aparecerão nas Nações Unidas; outros aparecerão em outros edifícios públicos em todo o mundo; seres extraterrestres aparecerão na frente das casas das pessoas. A população ficará absolutamente desconcertada, totalmente chocada. Este é o plano. Ele pode ocorrer antes do arrebatamento da igreja; precisamos estar preparados para lidar com sabedoria com esse fenômeno planejado.

Estamos diante de um abismo na história mundial. As profecias bíblicas estão sendo cumpridas com 100% de precisão em todos os detalhes e a crença nos OVN’Is e em seres extraterrestres é considerada necessária para levar as pessoas a aceitar a retórica do Anticristo. O tremendo significado de uma pessoa proeminente como Joe Firmage falar sobre essa doutrina satânica na televisão é que estamos muito próximos do aparecimento do Anticristo. Agora é o tempo de convencer milhões de pessoas com o testemunho público de um grande empresário, obviamente uma pessoa talentosa e inteligente. Milhões de pessoas acharão que, se esse tipo de homem pode crer em OVNI’s e em extraterrestres, então é porque esses seres realmente existem.

A maioria desses milhões que estão sendo convencidos por esse tipo de testemunho também comete o erro fatal de assumir que esses seres extraterrestres são benevolentes, gentis, só têm nossos melhores interesses em vista e podem ser seguidos quando recomendam uma nova forma de adoração.

Este cenário está se desdobrando bem diante dos nossos olhos. O tempo que falta para o aparecimento do Anticristo é muito curto. Verdadeiramente, estamos chegando ao final dos tempos.

Leia a Bíblia e fique livre de todo engano.

Fonte: www.cacp.org.br

Este artigo foi publicado originalmente em cacp.org

terça-feira, 27 de setembro de 2011

O guerreiro Maasai.

 Atualmente, vemos cristãos desmotivados em pregar o Evangelho por motivos fúteis e por pura preguiça, há uma indisposição crescente da parte de alguns cristãos em falar que Jesus morreu pelos nossos pecados para nos perdoar e salvar. Temos indisposição de sair de casa para participar de um culto a poucos metros de casa, mas ouvindo esta história, me senti obrigado a publicá-la para que de alguma forma Deus possa falar ao nosso coração da urgente necessidade de nos deixar ser usados por Ele. Afirmo que ser usado por Deus não é só falar de um púlpito, se assim fosse, muitos de nós não estaríamos cumprindo a vontade do Senhor em falar das Boas-Novas. Nós podemos falar para nossos companheiros de trabalho, amigos, família, etc... Como foi o caso desse corajoso homem de Deus chamado Joseph, que provavelmente nunca pisou em um grande púlpito, mas fez o que muitos "homens de púlpito" não teriam coragem de fazer.
Joseph é um guerreiro da tribo Maasai na África. Há algum tempo atrás, ele encontrou um homem enquanto andava por uma poeirenta estrada africana. Esse homem contou para Joseph a história de Cristo e do amor de Deus que tornou possível o perdão de nossos pecados. Joseph se tornou um crente em Deus e se alegrou com a “estória de Jesus”. Com o passar do tempo, ele se tornou uma testemunha forte na fé em Cristo, até que conseguiu fazer a longa jornada saindo da África até Amsterdam (Holanda), para participar de uma conferência evangélica.
Sua maior esperança era encontrar o pastor Billy Graham, que iria falar durante a conferência. Robert era um membro da equipe do pastor Graham que verificava quais pessoas podiam visitar o pastor Graham. A história de Joseph o convenceu tanto que ele deixou que o guerreiro Maasai contasse sua história diretamente ao pastor Graham.
E aqui está a história de Joseph, o guerreiro Maasai:
“Depois que eu encontrei Jesus, eu fiquei tão empolgado que eu sabia que todos na aldeia onde eu morava ficariam felizes em encontrá-Lo também. Então eu fui de porta em porta dizendo a todos que encontrava sobre a cruz de Jesus e a salvação que Ele nos oferecia.
Para minha surpresa, meu povo não somente não se importava, mas eles se tornaram hostis comigo. Os homens me agarraram preso ao chão enquanto as mulheres me batiam com cabos de arame farpado. Depois eu fui arrastado para fora da aldeia e abandonado no deserto para morrer.”
De algum modo, Joseph conseguiu se arrastar para um poço de água e ali, depois de dois dias entre acordado e desmaiado, ele sentiu que tinha de novo forças para se levantar. Ele estava pasmo com a recepção hostil de sua família e amigos, pessoas que ele tinha conhecido desde que nasceu.
“Eu decidi que eu devia ter esquecido de ter contado algo importante na história que lhes havia dito sobre Cristo. Então eu ali ao lado do poço, comecei a repetir comigo mesmo a história uma, duas, várias vezes. Depois eu fui mancando de volta para a aldeia para contar de novo para eles sobre as Boas Novas de Jesus”.
Eu fui de novo de choça em choça contando a meus vizinhos e amigos sobre Jesus, que morreu por nós para que possamos receber o perdão e conhecer o Deus vivo. De novo, eles me jogaram ao chão e me bateram, até abrir meus ferimentos que já estavam começando a curar. Eu desmaiei e quando acordei vi que eles tinham me arrastado de novo para fora da aldeia, pensaram que eu estava morto”.
“Eu acordei, muito machucado, mas ainda vivo. Pela terceira vez eu consegui ir de volta para minha aldeia e comecei a testemunhar. Mas eles já estavam esperando por mim. Eu fui agarrado, jogado ao chão e quando começaram a bater de novo eu desmaiei. Quando eu acordei, desta vez eu estava na minha cama. Os vizinhos que antes me haviam surrado agora estavam cuidando de mim. Todo mundo na minha aldeia havia se tornado crente em Cristo”.
Depois que Joseph contou sua história ao pastor Billy Graham, ele levantou sua colorida roupa africana e mostrou as suas cicatrizes. O pastor Graham disse a Joseph: “Eu não sou digno de desatar seus sapatos, e mesmo assim você queria falar comigo?”.
A tribo Maasai tem cerca de 840 mil pessoas e antes eram nômades que viajavam entre o Quênia e a Tanzânia pastoreando gado, do qual vivem. Fisicamente, são altos e esbeltos. São temíveis guerreiros e para provar sua coragem um guerreiro Maasai costuma ir individualmente por sua própria iniciativa caçar um leão, armado apenas com uma lança e seu escudo. Se sobreviver e voltar, ele ganha status na sociedade Maasai. Suas roupas e penteados são extremamente elaborados como na foto acima.
Os Maasai não têm cavalos: tocam suas boiadas… a pé! E por isso têm grande preparo físico e performance em corridas, como dizem: passam a vida correndo atrás da boiada ou fugindo dela! Isso quando não têm que lutar contra alguma tribo vizinha que tenta roubar seu gado. Alguns Maasai participaram de maratonas em Londres, Nova York e outras cidades durante 2008 para levantar fundos para tratamento da água em suas aldeias e conservação da natureza.

 Enviar por email para seu amigo e divulgar no seu Facebook | Digg | Del.icio.us | Stumbleupon | Reddit | Blinklist | Twitter | Technorati | Yahoo  | Buzz | Newsvine

Fonte: http://timedecristo.wordpress.com/
http://www.oucaapalavradosenhor.com/

sábado, 24 de setembro de 2011

O que há por trás dos discos voadores?

O jornal A TRIBUNA* traz um artigo sobre um encontro realizado em Peruíbe que discutiu sobre a possibilidade de existência de seres extraterrenos. Como prova da existência de ETs foi citado o seguinte: "CAPITULO DA BÍBLIA É MENCIONADO - A ufóloga, integrante do Projeto Portal, Rosana Batarelli, de 42 anos, afirma que o fenômeno UFO é bem mais amplo do que supõe. Ela crê que extraterrestres já visitam o planeta há milênios. 'Não dá para dissociar os ETs do Homem. Por exemplo, qual o nosso maior livro ufológico? A Bíblia'."

Um exemplo do que Rosana quer dizer pode ser encontrado em Ezequiel, capítulo 1, versículos 1 a 25, em que o profeta descreve a visão de quatro querubins com a aparência de homens, que saíam do meio de uma coisa brilhante como o metal e com rodas. Segundo ela, estamos no limiar de profundas mudanças na Humanidade - e os extraterrestres acompanhariam de perto esse processo.

Como se vê essa manifestação de ufólogos que se pronunciam sobre a vida fora da terra, procurando interpretar a Bíblia e com a passagem de Ezequiel 1.1-25?

Realmente essa passagem tem relação com a aplicação que está sendo feita pelos ufólogos para provar a vida fora da terra? Interessante como as pessoas que pouco lêem a Bíblia procuram dar interpretações capciosas para apoiar suas teorias não consistentes com a própria Bíblia. Como sabemos a ufologia é o estudo dos fenômenos relacionados com discos voadores e extraterrestres, reunindo fotos e depoimentos, com o objetivo de demonstrar a existência de vida fora da Terra.

Nada tem a ver com a visão de Ezequiel 1.1-25, senão vejamos: em 1.4 olhei, diz Ezequiel. Ele recebe uma visão da glória e da santidade de Deus.

As "visões de Deus (v. 1) eram fundamentais ao seu ministério entre exilados; 1.5 quatro animais.. Estes seres viventes são posteriormente identificados como querubins (10.20). Os querubins são seres angelicais que manifestam aos seres humanos a santidade e a glória de Deus (1 Cr 28.18) Podem acompanhar a Deus em ocasiões de condenação ou de bênção.

Nesta visão de Ezequiel, os querubins manifestavam aos exilados a glória e a santidade de Deus, através da dita visão; no 1.10 A semelhança do seu rosto. Os rostos de homem, de leão, de boi e de águia representam a criação por Deus, dos seres viventes que também aparece em Apocalipse 4.7; no v. 1.12 O Espírito. Os querubins são dirigidos pelo "Espírito" que, sem dúvida, refere-se ao Espírito de Deus (v. 2); em 1.13 brasas de fogo ardentes. Estas brasas falam da santidade de Deus (Ex 3.1-5) e o seu juízo no castigo do pecado.

O fogo que se movimenta simboliza a energia e o poder do Espírito Santo (At 1.8). e 1.16-25 o aspecto das rodas. Ezequiel vê uma espécie de carro-trono em movimento constante. Deus é manifesto num trono móvel que nunca pára, e que vai para onde o Espírito ordena. A linguagem figurada simboliza a soberania de Deus sobre todas as coisas, e a sua presença em todas as esferas da sua criação. Ele está presente com os exilados às margens do rio Quebar.

Quer dizer que a visão de Ezequiel 1.1-25 nada tem a ver com fenômenos ligados à ufologia?

Não. Se os ufólogos quiserem provar a existência de seres ETs que o façam usando outros recursos, mas não recorrendo à Bíblia.

O que diz a Bíblia sobre a existência de seres ETs ou nada fala sobre o assunto?

Em Gênesis 1.1, a terra é colocada em lugar de destaque. Neste versículo, a terra não precisaria ser mencionada, uma vez que já está englobada na palavra "céus", que inclui as galáxias e os planetas criados por Deus.

Em Hebreus 11.3, lemos: " "Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente." Basicamente, a terra é o único planeta criado para ser habitado pelo homem atual. "Porque assim diz o SENHOR que tem criado os céus, o Deus que formou a terra, e a fez; ele a confirmou, não a criou vazia, mas a formou para que fosse habitada: Eu sou o SENHOR e não há outro." (Is 45.18). A terra foi o único planeta criado para ser habitado.
A terra foi criada antes dos luminares, os quais só aparecem no quarto dia (Gn 1.1-19). A terra está cheia da glória e das riquezas de Deus, enquanto os demais planetas nada apresentam além de montanhas, desertos, calotas polares, vulcões e desfiladeiros.

A criação de Deus não envolveu também os anjos? Poderiam ser eles chamados de ETs?

Dentro do conceito dos ufólogos não. Estes questionam a existência de ETs originários de outros planetas e não é o caso dos anjos. Os anjos foram criados todos de uma só vez. São seres inteligentes, mais poderosos do que os seres humanos e hoje se dividem em duas classes: os anjos bons, os que ficaram a serviço de Deus. "E: Tu, Senhor, no princípio fundaste a terra, E os céus são obra de tuas mãos. Eles perecerão, mas tu permanecerás; E todos eles, como roupa, envelhecerão, E como um manto os enrolarás, e serão mudados. Mas tu és o mesmo, E os teus anos não acabarão.

E a qual dos anjos disse jamais: Assenta-te à minha destra, Até que ponha a teus inimigos por escabelo de teus pés? Não são porventura todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a favor daqueles que hão de herdar a salvação." "(Hb 1.10-14). Assim, os anjos fiéis são seres espirituais, imortais que estão a serviço de Deus. Existe outra classe de anjos chefiados pelo Diabo e os tais são chamados demônios, espíritos malignos, espíritos imundos e que estão a serviço do seu chefe. Paulo nos adverte contra eles, e diz: "Não deis lugar ao diabo." (Ef 4.27). Uma coisa é certa: a Bíblia jamais deixaria de informar a respeito da vida em outros planetas, caso ela existisse. Tudo não passa de especulação.


[1]Outra coisa que podemos notar claramente nas Escrituras, são os enganos que satanás usa quando quer iludir a curiosidade das pessoas com assuntos desconhecidos, a Bíblia diz que ele se transforma em anjo de luz (II Cor. 11:14) para enganar as pessoas, e ele sabe como mexer com a imaginação do ser humano, principalmente no que diz respeito ao desconhecido. Note que na maioria dos casos de "contatos com seres extraterrestres" as pessoas ficam com problemas emocionais terríveis, perdem a noção da realidade, necessitam de orientação médica e remédios para aliviar a angústia que se segue, sem falar na sensação de medo e ainda, sempre relatam ter visto formas desfiguradas. O que mais poderia estar por trás de tais fenômenos? Não nos deixemos enganar (Tg. 1:16), se tais fenômenos fossem reais, por quê então estão envolvidos somente de mistério? As coisas de Deus nos são reveladas para andarmos de conformidade com sua Palavra, Ele nos disse tudo abertamente e não em oculto (Jo. 18:20), coisas ocultas são perigosas e o fim delas acaba em morte e tristeza (Prov. 14:12 / Prov. 16:25).

Precisamos aprender a confiar no Criador e deixar as coisas que não tem nenhum valor do lado de fora da nossa vida diária. Ele nos criou para termos comunhão com Ele, o qual podemos conhecer, não com o desconhecido. Pense nisso e que a graça e a paz do Senhor Jesus habite ricamente em seu coração.

Autor: Pr. Natanael Rinaldi em www.cacp.org.br
* jornal A TRIBUNA do dia 27 de abril de 2009

[1]Comentário: Luiz Rafael

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Estudo sobre as 7 igrejas de Apocalipse. Laodicéia

Laodicéia Apoc. 3:14-22
Ruínas em Laodicéia
Laodicéia foi uma das cidades mais prósperas da Frígia durante a época romana. Possuía um centro bancário de reservas financeiras; indústria de tecidos e tapetes de lã; uma escola de medicina que por ironia produzia colírio para os olhos. De modo natural, ela se tornou um grande centro comercial e administrativo. Estava localizada no vale de Lico, juntamente com Hierápolis,cidade esta conhecida por possuir fontes de águas termais; Colossos que por sua vez possuía fontes de águas frias. Laodicéia tinha problemas com o abastecimento de água, por esse motivo foi construído um aqueduto para transportar águas térmicas de Hierápolis, mas quando a água chegava na cidade, não estava nem quente e nem fria, apenas morna. Os viajantes que por ali passavam, ao beber da água ali existente, muitas vezes vomitavam.

"E ao anjo da igreja que está em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus:
Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente!

Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.

Como dizes: "Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu;
Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e roupas brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas.
Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; sê pois zeloso, e arrepende-te.
Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.
Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono.
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas".

Atualmente, várias igrejas cristãs comungam das características desta igreja:
mornidão espiritual v.15;
desprovida de riquezas espirituais v.17;
cego espiritualmente v.17;
espiritualmente núa v.17;
desprovida de arrependimento v.19.

A região tinha riquezas inúmeras, dentre as quais podemos citar a presença de um centro bancário onde era movimentada a riqueza do local (Apoc. 3:17); produzia lã preta em contraste com a branca que o Senhor aconselhou a comprar (Apoc. 3:18); e na sua escola de medicina, era produzido um colírio para os olhos (Apoc. 3:19), o qual lhe faltava no sentido espiritual.

"Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus:" ...v. 14 na qualidade de o Amém, Jesus é a encarnação da verdade e da fidelidade de Deus (Is. 65:16). O uso cristão do Amém nos dá a idéia de que JESUS é o cumpridor fiel dos propósitos declarados de DEUS.[1] Cristo aqui, aparece exaltado acima dos laodicenses orgulhosos que se engrandecem por meio de sua auto-suficiência. Jesus revela que sempre fala a verdade em cada promessa e advertência que sai de sua boca, pois Ele é a testemunha fiel e verdadeira. Esta igreja não foi acusada dos pecados que mais sondavam as igrejas, que é a imoralidade e idolatria, tão pouco se houve falar de alguma heresia crescente; seu problema estava no seu orgulho e auto-satisfação, enfraquecendo sua comunhão com Cristo.

Sua condição espiritual apresentada no v. 17, é apresentada nas três principais ocupações da cidade: o centro bancário, tecidos para vestimentas e o colírio para os olhos. Apesar de ter dinheiro, era pobre; tinha abundância de tecidos, porém estava desprovida destes diante de Deus; estava cega, apesar de ter uma escola de medicina que produzia unguento para os olhos. Assim se encontram muitos cristãos hoje em dia, confundem prosperidade financeira com uma experiência genuína com Deus. Muito dinheiro não quer dizer necessariamente ser aprovado pelo Senhor, e isso é fato, conheço pessoas extraordinariamente prósperas dentro das igrejas e que seus testemunhos são piores do que de muitos incrédulos.

Apesar de ser muito rica a cidade de Laodicéia, a igreja que lá estava foi a única chamada de miserável, e recebe uma censura sem igual no quadro das 7 (sete) igrejas: v.16 "estou a ponto de vomitar-te da minha boca". O que mais podemos ver nas igrejas hoje em dia são homens e mulheres descompromissados com Deus, tendo compromisso com os horários nobres das TV's, com uma partida de futebol, com o trabalho; com tudo menos com Deus. Preste bem atenção nisto: as pessoas de hoje (e olha que falo do comportamento dos cristãos) só firmam compromissos para os dias de culto ou comunhões; marcam suas mudanças para os dias de reuniões de suas igrejas, só ficam doentes nestes dias, as visitas só chegam em suas casas nos dias de reuniões, só ficam em seus trabalhos nestes dias, etc. Tudo isso só os impede de ter comunhão com aquele que é Fiel e Verdadeiro.

Temos que ir à igreja porque temos um compromisso com Ele, não devemos ir à igreja por obrigação, mas por compromisso, não evangelizamos por obrigação, sentimos o desejo colocado em nosso coração por Ele, então fazemos. Não oramos porque somos obrigados, tiramos tempo para Ele em nossas primeiras horas do dia porque Ele nos dá vida. Aleluia!!!

"Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente!".Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca. ... vs. 15-16 Laodicéia teve bastante problemas com o fornecimento de água, como já foi dito anteriormente, suas águas que chegavam através de um aqueduto vindo de Hierápolis (fontes termais), chegavam mornas, impossibilitando assim sua ingestão, e quando era feita levava quem a bebesse ao vômito. Jesus mostra que os membros daquela igreja estavam tão mornos quanto a sua água, indiferantes ao compromisso, portanto, repugnantes. Os cristãos de Laodicéia não tinham posições bem definidas quanto a fé e eram negligentes no serviço de Cristo. A igreja de hoje também precisa sair de uma posição sem definição, as mesmas pessoas que você vê dentro de muitas igrejas hoje, são as mesmas que você poderá encontrar nos "shows" mundanos, nas casas de danceteria, bares, motéis, etc... mornas a ponto se serem vomitadas pelo Senhor. O povo de Deus deve ser um povo diferente, que busca se santificar, sem se corromper com o mundo e sem servir a Deus parcialmente, mas totalmente.
"duto para levar águas termais até Laodicéia"
"Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu;" ...v. 17 as riquezas materiais dos discípulos de Laodicéia os cegou a tal ponto que não puderam ver os seus problemas, pensavam que eram fortes, que não necessitavam de coisa alguma. Um bom exemplo disso foi quando a cidade foi destruída por um terremoto no ano 60 d.C., seus habitantes reconstruíram a cidade com os recursos locais recusando o auxílio do governo romano. Essa auto-suficiência parece ter contaminado de algum modo a igreja local. Quem é aquele que de nada tem falta? Em se tratando de homens só os orgulhos agem assim.

Os laodicenses estavam dando mais valor ao que eles podiam ter como posse material do que às coisas eternas, e nós sabemos que o que vemos é passageiro, mas o que não vemos é eterno e tem mais valor (II Cor. 4:18).

A abastança das riquezas e o luxo levam as pessoas a auto-confiança, como foi o caso daquele homem louco que Jesus Cristo cita em uma parábola de Luc. 12:16-22. Ajuntou tanto em riquezas mas não era rico para com Deus. Assim estavam os laodicenses, tinham tanta riqueza, e eram pobres; tanto tecido para vestimentas e andavam nus; tinham uma "faculdade" de medicina que fabricava colírio para os olhos, mas estavam cegos. Que ironia!!!

Precisamos buscar a direção de Deus sempre para não nos tornarmos presunçosos, egoístas e auto-suficientes, a ponto de acharmos que já temos tudo e não precisamos de mais nada. Só há uma coisa que temos que é tudo para mim e para você, seu nome é JESUS CRISTO, esse sim é auto-suficiente em tudo para os que crêem e é a verdadeira riqueza, eterna, nos céus (II Cor. 5:1).
"Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e roupas brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas". ... v. 18 não há elogios para esta igreja, mas há conselhos para conduzí-la de volta ao caminho da comunhão com Deus e sair de seu estado deplorável. O conselho dado pelo Senhor foi:
Ouro sendo refinado
"aconselho que de mim compres ouro provado pelo fogo"... Nesse conselho Jesus revela que era dele que os discípulos de Laodicéia deveriam comprar ouro (verdadeiras riquezas espirituais), era ter um espírito regenerado pela Palavra, santificado para que pudessem ter uma nova vida.
  1. "comprar roupas brancas para vestir, para não mostrar a nudez"... Assim como temos roupas físicas, também temos uma roupagem espiritual que só pode ser dada a nós pelo Senhor Jesus, esta roupa é a vida de justiça dos que permanecem fiéis a Cristo e o sermos lavados de nossos pecados por Ele. Apoc. 19:8 / I Cor. 6:11
  2. "e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas" ... Qualquer um que se esquece da importância do sacrifíio de Jesus na cruz do Calvário e se firma em si mesmo está cego, somente Cristo pode através de sua Graciosa Palavra nos curar de toda a cegueira espiritual. Os laodicenses se orgulhavam de seu precioso colírio, porém Jesus os aconselhou a comprar d'Ele o verdadeiro colírio que iria curar seus olhos, para que pudessem ver a verdade. Jo 9:39
"A Palavra de Deus limpa os olhos"
O senhor Jesus quer que entendamos que o verdadeiro valor não se encontra nas coisas materiais, e sim em ter um genuíno relacionamento com Deus. Todas as posses que se encontravam em Laodicéia eram insignificantes quando comparadas ao Reino vindouro de Cristo.

"Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; sê pois zeloso, e arrepende-te". ...v. 19 a condição reprovável dos laodicenses não invalidou o amor de Cristo pora com eles, a repreensão é a expressão do grandioso amor do Senhor para com eles com o intuito de levá-los ao arrependimento. Quando Deus castiga os seus, é com o propósito de trazê-los de volta para si, sua punição é carinhosa (Prov. 3:12). Nós podemos evitar a punição através da confissão, do arrependimento, servindo a Deus com sinceridade, prestando-lhe um culto racional e estudando sua maravilhosa Palavra; basta deixarmos que o Espírito Santo reacenda o nosso zelo para com a vontade do Senhor permitindo que Ele trabalhe em nosso coração.
"Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo". ... v. 20 Quando estamos ocupados com os prazeres mundanos e satisfeitos com a abastança, não conseguimos ouvir "o bater na porta" de Cristo, deixando sua presença passar despercebida. Os bens desta vida trazem temporária satisfação, mas podem ser perigosos quando nos torna indiferentes a oferta de eterna salvação. Quem deixa a porta do coração aberta para Cristo jamais precisará se preocupar em saber se Ele está batendo ou não, porque Lhe deu livre acesso. Ele bate na porta de nosso coração porque deseja nos livrar da condenação eterna e ter comunhão conosco, esperando pacientemente por nós, permitindo que decidamos dizer sim ou não à sua oferta de comunhão e salvação. Lembre-se, que na porta do seu coração, as chaves estão do lado de dentro e só pode ser aberta por você mesmo, Jesus espera que você abra e convide-o para entrar, Ele nunca entra sem pedir permissão.
Eis que estou a porta
"Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono.
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas".... vs. 21-22 uma das maiores promessas foi oferecida a esta igreja, a de se assentar com Cristo no seu trono, apesar de não ter tido nenhum problema com doutrinas falsas e imoralidade, foram duramente repreendidos por causa do orgulho. Cristo venceu, mas antes disso Ele se humilhou, obedecendo até a morte (Fil. 2:5-11), e se eu e você queremos vencer precisamos pedir ao Senhor que tire de nossos corações qualquer tipo de orgulho (Luc. 18:14) e incredulidade que possa nos afastar d'Ele (Heb. 3:12).

A altivez dos laodicenses é bem parecida com a altivez que vemos em muitos cristãos e muitos pregadores hoje, desprezam o próximo, se "levantam" a si mesmos diante dos homens, consideram a si mesmos super-espirituais e se esquecem que O Senhor detesta a arrogância e abate aqueles que dela fazem uso.
Durante as sete partes deste estudo, acredito que cada leitor deve ter percebido que sempre ao final de cada carta havia a exortação para ouvirmos o que o Espírito diz às igrejas, cada uma recebeu uma mensagem diferente da outra, porém cada advertência e princípio servia para todas, servindo também para cada cristão que queira de fato servir ao Senhor de todo o coração.

Gostaria de terminar fazendo uma oração por todos nós.

Senhor Jesus, que o teu maravilhoso Espírito Santo possa inundar nossos corações de Sua verdade abrindo os nossos olhos para que venhamos nos ater as coisas lá do alto de onde Cristo vive, e livra-nos daquelas que nos trazem prejuízos para nossa vida de comunhão com o Senhor, arranca todo marasmo espiritual, toda indiferença, toda incredulidade, toda auto-confiança para a salvação, só tu és a nossa Salvação. Perdoa todos os nossos pecados nos purificando e nos vestindo com vestes embranquecidas pelo teu sangue, seja o nosso alicerce. Eu abro definitivamente o meu coração para que o Senhor possa governar a minha vida, cuidar de mim e dos meus familiares, e usa-me para a glória do teu Nome. Em Nome de Jesus Cristo, o teu Filho. Amém.

Luiz Rafael.
[1] O Novo Comentário da Bíblia
Bíblia de Estudo do livro de Apocalipse
www.cpr.org.br
www.igrejashalom.org
www.estudosdabiblia.net

    quarta-feira, 21 de setembro de 2011

    Estudo sobre as 7 igrejas de apocalipse. Filadélfia

    Filadélfia
    Apocalipse 3:7-13.
    Seu nome quer dizer "Amor Fraternal". Foi o nome de várias cidades e povoados do mundo grego, porém a Filadélfia mencionada no livro do Apocalipse era um povoado da província romana da Ásia, onde ficava esta igreja.

    Seu nome atual é Alaşehir (cidade de Deus), tendo sua localização na atual Turquia . Seu terreno era muito instável, por isso tinha uma baixa população devido aos frequentes terremotos, foi destruída e reconstruída várias vezes. Havia ali grandes plantações de uva, sendo assim produtora de vinho, por isso o povo pagão que lá habitou, fazia festas ao "deus" grego do vinho, Dionísio. Dentre as sete igrejas de Apocalipse, apenas duas não receberam críticas do Senhor, Esmirna e Filadélfia.

    "E ao anjo da igreja que está em Filadélfia escreve: Isto diz o que é santo, o que é verdadeiro, o que tem a chave de Davi; o que abre, e ninguém fecha; e fecha, e ninguém abre:
    Conheço as tuas obras; eis que diante de ti pus uma porta aberta, e ninguém a pode fechar; tendo pouca força, guardaste a minha palavra, e não negaste o meu nome.
    Eis que eu farei aos da sinagoga de Satanás, aos que se dizem judeus, e não são, mas mentem: eis que eu farei que venham, e adorem prostrados a teus pés, e saibam que eu te amo.
    Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra.
    Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa.
    A quem vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, e dele nunca sairá; e escreverei sobre ele o nome do meu Deus, e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, do meu Deus, e também o meu novo nome.
    Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas".

    Ruínas da igreja de S. joão em Alasehir
    Nesta carta, o Senhor Jesus se apresenta como santo e verdadeiro (v.7), características que ressaltam sua divindade, e que fazem parte do caráter de Deus. Apoc. 4:8 / 6:10. Com muita ocorrência nas Escrituras a palavra verdadeiro se aplica a Deus, em especial no N.T., e é com mais frequência usada pelo apóstolo João o autor de Apocalipse, do Ev. que leva o seu nome e nas suas Epístulas. I Jo. 5:20 / Jo. 3:33 / Jo 17:3 / Jo 6:32 / Jo 7:28 / Apoc. 19:11.

    O Senhor se apresenta desta forma mostrando que tais atributos são compartilhados com Ele, e também haviam muitos falsos judeus em Filadélfia, com falsas doutrinas. Ele está mostrando àquela igreja quem de fato era e é digno da nossa confiança. Ele é verdadeiro no sentido de ser fiel a sua palavra.

    Jesus Cristo é aquele que tem verdadeira autoridade..."o que tem a chave de Davi; (v.7) o que abre, e ninguém fecha; e fecha, e ninguém abre:" a chave representa autoridade e poder, e Jesus tem toda a autoridade dada a Ele pelo Pai (conf. Mt. 28:18), e como descendente real do rei Davi, dá o acesso ao Reino de Deus, abrindo para ninguém fechar, e fecha, sem que ninguém consiga abrir. Esta frase ..."abre, e ninguém fecha"...evoca Is. 22:22, reinvidicando para o Senhor Jesus o direito de abrir ou fechar ao homem o Reino do Messias, é a autoridade de Cristo para abrir a porta do seu futuro Reino. Enquanto o Senhor manter a porta da salvação aberta, ninguém poderá destruí-la; em contrapartida, quando for fechada por Ele, ninguém poderá abrir mais uma vez.

    "Conheço as tuas obras"...(v. 8) Jesus Cristo conhece cada passo nosso, cada palavra, cada ação, e isso não seria diferente com a igreja que estava em Filadélfia.

    Aparentemente, esta igreja era de poucos indivíduos (v. 8, de pouca força), porém não vemos nenhuma referência a heresias dentro desta igreja, e não vemos nenhuma repreensão ou advertência do Senhor para esta igreja, apenas exortação de guardar o que tinha.

    Como seria bom, se em nossos dias também o Senhor não encontrasse tantas "asneiras" espirituais no seio de sua amada igreja!!! Assim, também para nós não haveria repreensões, só exortações de permanecermos fiéis a Palavra da Vida.

    ..."eis que diante de ti pus uma porta aberta, e ninguém a pode fechar; tendo pouca força, guardaste a minha palavra, e não negaste o meu nome"... (v. 8) O Senhor sempre encoraja os seus servos, mostrando sua fidelidade e dando acesso a oportunidades de salvação através do Evangelho que é poder de Deus para salvar os que crêem (Rom. 1:16). Ele sempre nos dá oportunidades para divulgarmos a sua Palavra. Um bom exemplo disso foi uma oportunidade que Ele me tem dado de evangelizar através de sua Palavra cinco vezes por semana às 7:00 da manhã, e como devemos sempre aproveitar as oportunidades, lá estamos. Ef. 5:16 / Col. 4:5. (Não temos muitos recursos, não somos grandes, não temos títulos, mas temos nos esforçado com o pouco que temos).
    "Porta aberta."
    Esta igreja até poderia ser condenada por nós homens, porque tinha pouca força, porém ter pouca força não quer dizer digno de repreensão ou estar em pecado, até porque ela não é condenada por nenhum. Como o próprio Senhor Jesus disse, foi uma igreja que guardou a sua Palavra e não negou o seu nome. Guardou a Palavra com fidelidade e evitou o pecado. Sal. 119:11.

    "Eis que eu farei aos da sinagoga de Satanás, aos que se dizem judeus, e não são, mas mentem: eis que eu farei que venham, e adorem prostrados a teus pés, e saibam que eu te amo" ... (v.9)

    Assim como em Esmirna, havia sinagogas judáicas em Filadélfia, eram os falsos judeus que tentaram disseminar ensinos contrários a Palavra de Deus, eles são chamados de "sinagoga de satanás", e desprezavam os cristãos afirmando que o Reino de Deus era apenas para eles. Mas Jesus disse que quem poderia abrir ou fechar a porta era Ele. Jesus promete que quem seria humilhado seriam os falsos judeus, não os que criam no seu nome.


    "Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra"... (v. 10) Para muitos estudiosos esse guardar da "hora da tentação que há de vir", significa que haverá um tempo futuro de grandes tribulações, das quais só os verdadeiros cristãos serão poupados. Para outros a igreja sobreviverá aos tempos difíceis, sendo provida por Deus no meio às tribulações. Independente de qual seja o caso, devemos sempre obedecer a Palavra de Deus e nos firmar em suas promessas.

    "Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa"... (v. 11) Nós cristãos somos muito diferentes uns dos outros no que diz respeito a habilidades, dons, experiência com Deus e maturidade. Conheço pessoas que aceitaram a Cristo na mesma época, sendo que hoje, alguns são pastores, outros obreiros, e outros membros comuns. Deus não espera de nós a mesma forma de agir, o que Ele espera de fato é que guardemos o que temos e nos esforcemos através daquilo que temos para contribuir com sua obra. Os de Filadélfia foram elogiados pelo esforço que manifestaram em obedecer (v. 3:8), e encorajados a se apegarem ao que tinham da parte do Senhor. Da mesma forma, mesmo que pensemos que temos pouca fé e força espiritual, somos encorajados a usar o que temos para vivermos para Cristo, para que Ele, por sua vez nos elogie. Quando o Senhor vier, será um dia de alívio para os fiéis e angústia para os devassos.

    "A quem vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, e dele nunca sairá; e escreverei sobre ele o nome do meu Deus, e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, do meu Deus, e também o meu novo nome"... (v. 12) Em uma determinada época da história de Filadélfia, um terremoto fez com que as colunas de alguns templos na cidade se quebrassem. As colunas desse novo templo jamais serão abaladas. Em Apoc. 21:22, vemos que não haverá outro templo na Jerusalém celestial senão Deus e o Cordeiro, por este motivo você e eu podemos crer de fato que as colunas desse lugar serão inabaláveis, pois o templo é o nosso Deus e o seu Cordeiro. Se vencermos, faremos parte de uma estrutura que jamais poderá ser abalada por terremotos ou qualquer outra catástrofe que o homem mortal já presenciou. Aleluia!!!

    A Nova Jerusalém será a futura morada do povo que gastou (ganhou) sua vida no serviço do Reino de Deus. Em Apoc. 21:2 vemos que tudo será novo e seguro, diferente deste mundo onde o homem só pensa em si mesmo, e há matanças, guerras, fomes, inseguranças e perigos que rondam cada ser humano. Esforcemo-nos para que possamos chegar lá. No passado, sempre que alguém realizava um feito surpreendente ou heróico, faziam-se gravações em pedras, argilas ou até mesmo em bronze para se perpetuar a memória do vencedor.

    Na história de Israel, temos um exemplo dessas gravuras, onde Simão Macabeu teve os seus feitos gravados em tábuas de bronze que foram afixadas sobre as colunas no monte Sião, e todos que entrassem ali poderiam ver os escritos de seus feitos. Mas a maior alegria de um vencedor seria levar o Nome do seu Deus, o da cidade de Deus e o novo Nome de Cristo; isto fará do vencedor alguém que pertence a Deus e ao Cordeiro e cidadão da Nova Jerusalém, o eterno Reino de Deus. E mais, de lá nunca sairemos. Apoc. 3:12.

    A beleza dessa cidade é incomensurável, jamais se passou pela minha ou pela sua mente limitada o que Deus tem preparado para nós no seu Reino Eterno. I Cor. 2:9.

    O Senhor Jesus quer que atenhamos os nossos ouvidos para o que o Espírito diz às igrejas. Quer se tornar membro dessa cidade?

    Aceite a Jesus Cristo como seu único e suficiente Salvador para se tornar cidadão desta cidade.
    Jesus breve virá.

    Bibliografia:
    www.bilbiaonline.com.br
    www.estudosdabilbia.net
    Bíblia de Estudo do Livro de Apocalipse, pág. 1810
    Novo Comentário da Bíblia.
    Dicionário da Bíblia de Almeida, 2ª Ed.SBB

    segunda-feira, 19 de setembro de 2011

    Escatologia Bíblica. Parte 2


    1 – ESTADO INTERMEDIÁRIO DOS MORTOS.

    Para se ter uma seqüência lógica deste fato, vamos fazer uma revisão sobre a doutrina da Morte.

    O QUE É MORTE?

    É o resultado do pecado de nossos pais.

    A morte caracteriza-se de duas maneiras: 1º, morte como estado; e morte do agente, Ap.6.8.

    Como estado a Bíblia fala de 3 tipos de morte: Física, espiritual e eterna.

    a) Morte física. O seu significado é: dissolução vital do organismo.

    O que acontece na morte física?

    Resposta: alma e espírito separam-se do corpo.

    Mas para melhor entender o que é alma, a Bíblia nos revela 4 designações para a alma, a saber:

    Primeiro – alma como indivíduo, como cidadão; Rm.13.1.

    Segundo – alma no sentido biológico, isto é, o sangue; Lv. 17.11.

    Terceiro – como sentimento do homem; Mt. 26.38.

    Quarto – alma como parte imortal do homem. Jesus disse: Não temeis os que matam o corpo e não podem matar a alma.

    Quando a Bíblia fala do sono da alma, refere-se ao corpo físico. Jacó falou: Irei e dormirei com os meus pais.

    No sentido espiritual e eterno, alma não dorme; Ap. 6.9.
    b) Morte espiritual. É o estado do pecador separado de Deus. É a separação da comunhão com Deus; Ef. 2.1

    Existe solução para a morte espiritual?

    Sim, desde que o pecador aproxime-se de Deus com um coração arrependido.

    c) Morte eterna. É a eterna separação da presença de Deus – a impossibilidade de arrependimento e perdão. Portanto não há solução para esse tipo de morte. É chamada a 2ª morte, porque a primeira é física. É identificada como punição do pecado; Rm. 6.23. Os ímpios, depois de julgados, receberão a punição da rejeição que fizerem à graça de Deus e, serão lançados no Geena (Lago de Fogo); Ap. 20.14,15. Esse tipo de morte tem sido alvo de falsas teorias que rejeitam o ensino real da Bíblia.

    O que é estado Intermediário?

    E um modo de existir entre a morte física e a ressurreição final do corpo sepultado. No A.T., esse lugar é identificado como sheol (no hebraico), e no N.T. como Hades (no grego). Os dois termos dizem respeito ao reino da morte.

    A) OS MORTOS – JUSTOS. Todos os justos, de Adão até à ressurreição de Cristo, ao morrerem, suas almas (com possível exceção de Enoque e Elias), desciam ao Paraíso, que naquele tempo constituía um compartimento do Sheol ; cf. Gn. 37.35.

    B) OS MORTOS – ÍMPIOS. Desde o tempo de Adão até o julgamento do GTB, as almas dos ímpios seguem para o mundo invisível, ou seja, o Sheol ou Hades aguardando o julgamento final quando serão lançados no Lago de Fogo; cf. Núm.16.30,33.


    CORRIGINDO UM GRAVE ERRO

    Infelizmente, estes nomes Sheol e Hades têm sido traduzidos incorretamente em certos casos em algumas versões das Escrituras, por exemplo, como inferno, sepultura, e abismo. Por exemplo, Gn. 37.35, Jacó expressou-se: “...na verdade com choro hei de descer ao meu filho à sepultura”. (grifo nosso). Este termo sepultura não é a cova, propriamente dito, que no original hebraico é traduzido por Queber. E sim o Mundo Invisível dos mortos traduzido por Sheol. A Bíblia, Edição revista e Corrigida, traduz de maneira correta este termo em Jó 17.15,16: “Onde estaria então agora a minha esperança? Sim, a minha esperança, quem a poderá ver? Ela descerá até aos ferrolhos (portas) do Sheol”.

    Observe agora o contraste entre as palavras Sheol (mundo invisível) e Queber (sepultura, cova, túmulo) no A.T.

    QUEBER

    - usada no plural;
    - existe muitas queberes
    - abriga ou recebe cadáveres
    - localizada na superfície da terra
    - há uma para cada indivíduo
    - o homem coloca corpos na queber


    SHEOL

    - usada na forma singular; Jó 17.15,16
    - existe apenas um Sheol
    - jamais recebe cadáveres
    - localizado abaixo (no centro) da terra
    - lugar onde há muita gente
    - somente Deus envia o homem ao Sheol; Lc.16.22,23.


    Concluímos, então, que o uso da palavra queber prova que ela significa sepultura, túmulo, que acolhe o cadáver, enquanto o Sheol acolhe o espírito do homem.


    O Sheol-Hades, antes e depois do Calvário.

    Antes do Calvário, o Sheol-Hades dividia-se em 3 partes distintas. A primeira parte é o lugar dos justos, chamada Paraíso, Seio de Abraão, Lugar de consolo; Lc. 16.22,25. A Segunda é a parte dos ímpios, e é denominada lugar de tormento; Lc.16.23. A terceira fica entre a dos justos e a dos ímpios, e é identificada como lugar de trevas, Lugar de prisões eternas, Abismo. Lc. 16.22; 2 Pe. 2.4; Jd. v. 6. É aí onde Satanás será preso durante o Milênio, e onde se encontra aprisionada uma classe de anjos caídos, a qual não sai desse abismo, senão quando Deus permitir nos dias da Grande Tribulação.

    Depois do Calvário, houve uma mudança dentro do mundo dos mortos. Depois da sua morte Jesus esteve 3 dias no coração da Terra, isto é, no Paraíso, do qual Ele havia dito ao malfeitor. Por esta ocasião, Cristo aproveitou a oportunidade e “pregou aos espíritos em prisão, os quais noutro tempo foram rebeldes, quando a longanimidade de Deus esperava, nos dias de Noé”; 1 Pe. 3.18-20. Depois disso efetuou a grande mudança no Sheol-Hades “subindo ao alto levou cativo o cativeiro”; Ef. 4.8, isto é, trasladou o Paraíso para o 3º céu, na presença de Deus, debaixo do seu altar; Ap. 6.9, separando completamente das partes inferiores onde continuam os ímpios mortos. E isto foi o cumprimento cabal de sua promessa, quando esteve ainda na terra: e as portas do inferno (Hades) não prevalecerão contra a minha Igreja.

    Somente os justos gozam dessa mudança em esperança pelo dia final quando esse estado temporário se acabará, e viverão para sempre com o Senhor, num corpo espiritual ressurreto.




    2 – O ARREBATAMENTO DA IGREJA.

    Uma característica singular que identifica a Igreja fiel é o sentimento de constante expectativa que a domina no tocante ao retorno de Cristo. E ela sabe que não ficará neste vale de lágrimas. Os crentes sabem que o arrebatamento é uma realidade que lhe diz respeito.

    A definição da 2ª vinda de Cristo é bastante ampla; é vista pelo menos de duas maneiras diferentes. E localizada, às vezes, para indicar o drama dos tempos do fim, abrangendo tanto o arrebatamento da Igreja quanto a revelação de Cristo em glória no Monte das Oliveiras; Zc. 14.4. Outras vezes, é enfocada especificamente para diferenciar a revelação de Cristo do arrebatamento da Igreja que a antecederá.

    2.1 – Palavras usadas para descrever o arrebatamento

    Existem usualmente três palavras que todos nós usamos para explicar tão maravilhoso fenômeno.

    a) Arrebatamento; 1 Ts. 4.17.

    b) Trasladação; Na carta aos hebreus vemos Enoque, um símbolo da Igreja.

    c) Rapto. Palavra latina, RAPERE; significa transportar de um lugar para outro. Equivale ao grego: ARPAZO, usado em Jo. 10.28,29; At.8.39, etc.


    2.2 – Propósitos do Arrebatamento

    a) Livrar os embaixadores do Rei do perigo iminente; 2Co. 5.20; Ap.3.10; I Ts. 1:10.

    b) Recompensar a Igreja de Cristo, mediante a outorga de galardões, no soleníssimo Tribunal de Cristo; 2 Co. 5.10.

    c) Conduzir a Igreja às Bodas do Cordeiro, que se dará em seguida ao Tribunal e, enquanto na Terra ocorrerá a Grande Tribulação.

    d) Introduzir a Igreja no Reino da Glória e imortalidade, conforme o desejo expresso por Jesus; Jo. 14.3


    2.3 – A trombeta do arrebatamento

    O toque da trombeta no dia do arrebatamento se relaciona com o alarido e a voz do arcanjo. O alarido significa originalmente uma expressão militar, uma voz de comando. Nesse dia ouvir-se-á a voz do ARCANJO. Como se sabe, a palavra ARCANJO significa chefe de anjos. Certamente a voz do ARCANJO será para comandar os anjos, que se oporão às hostes demoníacas instaladas nos ares, abrindo caminho para o povo de Deus que estará sendo arrebatado.

    Visto que, em Mt. 24.30,31 encontramos os anjos a recolher os eleitos, logo após ser proferida a lamentação por todas as nações, alguns serão levados a pensar que a Igreja não será arrebatada até Cristo haver destruído os exércitos do anticristo. Ora, devemos considerar, porém, que o cap. 24 de Mateus não apresenta os eventos em ordem cronológica. Jesus não tinha qualquer intenção em revelar o dia ou a hora de sua vinda. A palavra então, no início de Mt. 24.30, traduz um vocábulo grego de sentido muito geral (tote), dando a entender que os acontecimentos ocorrerão todos dentro do mesmo período de tempo, mas não necessariamente na ordem apresentada.
    2.4 – Fatos ligados ao arrebatamento

    Quando Cristo vier para buscar a Igreja, ocorrerão duas coisas na terra, por ocasião desse evento:
    a) Ressurreição dos mortos crentes. Em 1 Ts. 4.14, diz que Cristo trará em sua companhia os espíritos daqueles que dormem no Senhor, e Ele ficará parado nas nuvens, enquanto os espíritos continuam descendo a procura de seus corpos a serem ressuscitados em um corpo glorioso. ALELUIA!!! cf. 1 Ts. 4.16.
    b) Transformação dos vivos. Após a ressurreição dos mortos crentes, segue-se a transformação dos vivos que estiverem preparados para aquele momento; 1 Co. 15.52.

    “Vai pois, povo meu, entra nos teus quartos e fecha as tuas portas sobre ti”. Is. 26.20ª.


    3 – A GRANDE TRIBULAÇÃO.

    Logo após o arrebatamento da Igreja e antes da manifestação pessoal de Jesus a este mundo, terá lugar uma série de eventos terríveis em sua magnitude e alcance. É um tempo de tribulação e angústia predito pelos profetas do Antigo Testamento. Daniel refere-se a uma tribulação jamais dantes experimentada; Dn. 12.1. Jeremias descreve-a como o tempo de angústia para Jacó; Jr. 30.7. Confira também as palavras de Jesus em Mc. 13.19. O ponto culminante deste tempo de angústia será de tal forma que se “o Senhor não abreviasse aqueles dias, nenhuma carne se salvaria; mas por causa dos escolhidos que escolheu, abreviou aqueles dias; Mc. 13.20.

    Deve ficar bem claro que uma das condições para o desencadeamento da Grande Tribulação será precisamente, o rapto da Igreja. O rapto assinalará o fechamento do longo parêntese que definiu a Dispensação da Graça. Após, é que o Rei Jesus voltará a tratar diretamente com Israel e com o mundo gentílico.


    3.1 - Quanto tempo durará a Grande Tribulação?

    A Grande Tribulação durará uma semana de anos, Dn. 9. 27. Será a Septuagésima semana de Daniel. Uma semana de anos corresponde a sete anos; a semana será dividida em duas etapas de três anos e meio. A última etapa da 70ª semana é assim designada: tempo, tempos e metade de um tempo.

    3.2 – Desvendando um mistério.

    O anjo disse a Daniel sobre estas setenta semanas de anos que estão determinadas sobre o povo de Israel. As primeiras sessenta e nove terminaram com a crucificação do Messias; Dn. 9.26. Muitos acreditam num interlúdio entre a 69ª e a 70ª semana, como se esta estivesse indefinidamente adiada. Esse interlúdio é a era da Graça. Quando a influência restringidora da operação do Espírito Santo em, e através da Igreja, for removida, por ocasião do arrebatamento, então iniciará a última e terrível semana.

    3.3 – Quem dominará o mundo naqueles dias?

    O líder terreno durante a G.T. será o arquiinimigo do Senhor Jesus: o anticristo. A palavra anti tem este sentido básico no grego: em lugar de e não contra. Ele não dirá ser o anticristo. Antes reivindicará ser o verdadeiro Cristo.

    O anticristo aparecerá no cenário mundial. Fará um concerto por sete anos com o povo de Israel. Já que o mundo está em suas mãos, três espíritos imundos semelhantes a rãs saem da boca da trindade satânica para congregar todas as nações para a peleja contra Israel, isto é, para a Grande Batalha do Armagedom. Esta Batalha culminará no triunfo de Nosso Senhor Jesus Cristo. Quanto ao anticristo e aos seus aliados, serão lançados no Lago de Fogo. Israel, é claro, será restaurado e purificado; Is. 2.5-22; 16.1-5; 24.1-15; 26.20,21. E as nações serão julgadas; Mt. 25.31-46.


    3.4 – A Igreja passará pela Grande Tribulação?

    Mui freqüentemente, os que afirmam que a Igreja passará pela G.T., salientam: Deus não prometeu que a Igreja escapará da tribulação e do sofrimento. O que eles não sabem é que a Bíblia usa a palavra tribulação (no grego, thlipsis) de duas maneiras diferentes. Algumas vezes, ela refere-se à aflição, à perseguição, à pressão e à angústia que nos são causadas por um mundo ímpio. Ela também é traduzida por aflições quando Paulo fala de nossas tribulações diárias que, se comparadas à eternidade, duram apenas um momento; II Co. 4.17. Mas os julgamentos da tribulação, referidos em Apocalipse, não pertencem à mesma classe; representam a ira de Deus. Mas não estamos esperando a ira; quer vivamos ou morramos, aguardamos o arrebatamento para estarmos para sempre com o Senhor; 1 Ts. 5.10.

    “Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei ‘da hora da tentação’ que há de vir sobre o mundo, para tentar os que habitam na terra”; Ap. 3.10. A passagem em foco indica que a Igreja jamais passará pela G.T. Aqueles que advogam que a Igreja passará por este sombrio período, fazem sua defesa no significado da preposição “EK”.

    Esta preposição “ek” leva os intérpretes a uma interpretação literal de sair de dentro. Para emergir de dentro da hora da tentação, deve (segundo este conceito) ter estado presente durante aquela hora. Mas essa forma de interpretação, não combina com a tese e argumento principal da natureza do pensamento das Escrituras, por vários motivos:

    a) Ora, usando a preposição gramatical de: “ek” e “apo” (fora de) reforça o conceito geral das demais Escrituras. À referência direta deste versículo, qualquer estudioso sabe que se refere à hora da G. T., que de um certo modo envolverá todo o mundo, e, na sua fase final, terá como alvo a cidade de Jerusalém e a Terra Santa.

    b) A palavra da significa para fora de e em si traz a idéia de ser guardado da Tribulação (não meramente conservado através dela, como alguns asseveram). Ora, se a Igreja estivesse destinada a passar pela G.T., uma coisa seria certa; em lugar de ler-se: “... eu te guardarei ‘da’ hora da tentação”. Ler-se-ia: “eu te guardarei ‘na’ hora da tentação”. Convictos, desta verdade podemos afirmar: A IGREJA NÃO PASSARÁ PELA GRANDE TRIBULAÇÃO.


    4 – O MILÊNIO

    “...e reinarão com Cristo durante mil anos”; Ap. 20.4b. O milênio será, de acordo com as escrituras, um tempo de restauração para todas as coisas. Ao invés do pecado, a justiça encherá a Terra.

    Será verdadeiramente a Idade Áurea da Terra, acerca do qual os poetas têm entoado, e pela qual este mundo triste e sofrido tem esperado através de todos os séculos, desde que o seu Rei foi crucificado e assim o Senhor da Glória foi rejeitado pelos que lhe pertenciam e por cuja razão, o reino foi adiado.

    Haverá profundas mudanças na Terra, durante o Milênio. A maldição que Deus pronunciou devido ao pecado, será removida e assim a benção de Deus mover-se-á sobre a Terra.

    Vejamos agora alguns itens a serem considerados sobre o Milênio.


    4.1 – A forma de Governo

    TEOCRÁTICO, isto é, o próprio Deus regerá o mundo na pessoa do Seu Filho, o Senhor Jesus Cristo; Dn. 7.4.

    4.2 – A Sede do Governo

    Jerusalém, será a capital do mundo. A desprezada cidade tantas vezes pisada pelos exércitos invasores.

    4.3 – Condições espirituais

    As condições espirituais em evidência durante o Milênio contrastarão fortemente com as prevalecentes nos dias atuais. Então terá sua total realização a profecia de Joel 2.28,29, em que, o Espírito Santo será derramado sobre Israel e as demais nações.

    4.4 – O conhecimento do Senhor será universal durante o Milênio; Is. 11.9; Jr. 31.34. Tal qual hoje o mal prevalece e muitas nações jazem nas trevas da idolatria, naquele tempo a justiça de Deus prevalecerá e todas as nações conhecerão o nome do Senhor Jeová Rafá.

    4.5 – Satanás será amarrado durante o Milênio. Esse inimigo, tanto de Deus como do homem, será algemado e lançado no abismo, de maneira que ele ficará impossibilitado de exercer o seu nefasto programa de engano entre os homens; Ap. 20.1-3.

    4.6 – Haverá paz universal durante este período em estudo. Hoje os esforços humanos para promover a paz entre os homens são vãos. Porém chegará o dia em que o Príncipe da Paz estabelecerá a perfeita harmonia entre as nações.

    4.7 – Fim do Milênio

    Satanás será solto do abismo, por um pouco de tempo e enganará as nações a fim de congregá-las para a batalha.

    O fato de que o homem dará ouvidos aos enganos de Satanás, embora tenha usufruído das bênçãos e das melhores influências espirituais, durante este período, mostrará que o estado de depravação natural do coração humano, ainda se encontra enraizado dentro do seu instinto pecaminoso, por natureza, e este estado de depravação será revelado no fim desse período de 1.000 anos.

    Mas, no ponto pinacular da rebelião contra o Senhor, Deus enviará fogo do céu que os devorará.

    O fim do Milênio marcará também o fim de todas as dispensações terrestres e o fim do tempo.


    5 – O JULGAMENTO FINAL

    E Ap. 20.11-15 descreve-se o julgamento que terá lugar ao fim do Milênio, mil anos depois do julgamento das nações, realizando-se não sobre a terra, como foi o caso do julgamento das nações, mas sim nas regiões celestiais onde Deus habita. A primeira ressurreição, Ap.20.6, ocorrerá antes do início do Milênio e será para os mortos justos pertencentes a todas as dispensações, à Igreja, e ao grupo salvo durante a G.T.; Ap.7

    Sendo que os participantes da 1ª ressurreição são descritos como bem aventurados, e santos, naturalmente os demais mortos que não viverem até o fim do Milênio não o são. Por essa razão cremos que perante o GTB (Grande Trono Branco) comparecerão os mortos ímpios.

    A presença do Livro da Vida será necessária na condenação daqueles que alegarão méritos das suas obras, quando deveriam ter aceitado a Cristo como seu Salvador, fato que teria colocado seus nomes nesse livro do Cordeiro.

    Os ímpios serão julgados segundo as suas obras. O registro delas será aberto e lido para determinar o grau de castigo. O Lago de Fogo será para todos os ímpios. Para este lugar serão removidos para sempre a morte e o Hades.


    6 – O ESTADO PERFEITO E ETERNO.

    Jesus não deixou de mencionar sobre essa era perfeita. Apocalipse 21 e 22 descreve as glórias deste estado eterno.

    A cidade de Jerusalém, a celestial, baixará de vez sobre a Terra. A nova terra tem seu relevo totalmente diferente.

    Quem preparou esta cidade foi Jesus. A cidade é quadrangular. Nessa cidade não haverá mais noite, nem precisará da luz do sol, porque o Senhor Deus brilhará sobre os seus e reinarão pelos séculos dos séculos. Deus enxugará de nossos olhos toda a lágrima.

    Conheceremos as águas límpidas do Rio da Vida e sentiremos o gostoso sabor do fruto da Árvore da Vida. ALELUIA!!!

    Fim da viagem.
    Venha para Cristo Jesus e desfrute dessas maravilhosas bênçãos.

    Publicado originalmente em: www.cacp.prg.br

    1. FONTES BIBLIOGRÁFICAS

    CABRAL, Elienai. Revista Lições Bíblicas (3º trimestre 1998) CPAD.

    FALCÃO, Napoleão. Fita K-7. As cinco verdades sobre a morte.

    GILBERTO, Antônio. O calendário da profecia (9ª Edição 1997) CPAD.

    GOMES, Gesiel Nunes. O Rei está voltando (1ª Edição 1978) LEAL.

    HORTON, Stanley M. Doutrinas Bíblicas (2ª Edição 1996) CPAD.

    HORTON, Stanley M. A Vitória Final (1ª Edição 1995) CPAD.

    LOCKYER, Sr. Herbert. Apocalipse – O drama dos Séculos, (1ª Edição em Português 1992) Editora Vida.

    OLSON, N. Laurence. O plano Divino Através dos Séculos (18ª Edição 1998) CPAD.

    JEOVÁ, O Senhor. A Bíblia Sagrada.

    ___, Jornal “Chamada da Meia Noite”. (1995)



    Autor: José Marcílio da Silva


    www.oucaapalavradosenhor.com

    Volte sempre

    Romanos 14:9

    SIGA-NOS NO TWITTER

    O nosso endereço no Twitter é:
    oucaapalavrads
    Será um prazer ter vc conosco.

    OUÇA A PALAVRA DO SENHOR.

    Pesquisar este blog

    Carregando...

    Esta foi a sua vida

    SEJA BEM VINDO AO OUÇA A PALAVRA DO SENHOR

    ESPERAMOS PODER CONTRIBUIR PARA O CRESCIMENTO DE SUA FÉ.