CONTATO

E-MAIL PARA CONTATO:
oucaapalavradosenhor@oucaapalavradosenhor.com

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Quem foi Jefté? Baseado em Juízes 11:29-40, seria possível afirmarmos que ele teria oferecido sua filha em holocausto ao Senhor?

www.oucaapalavradosenhor.com
"eis que a sua filha lhe saiu ao encontro com adufes e com danças"

Juízes 11:34
Esta é uma questão de difícil interpretação e ao mesmo tempo muito polêmica, e que pode ser interpretada de acordo com a própria Bíblia, pois é nela que encontramos os verdeiros pontos para responder tão difícil questão. Primeiro precisamos conhecer quem foi Jefté, pois conhecendo a sua pessoa e sua índole como personagem bíblico, fica mais fácil responder a segunda pergunta.

Jefté (heb. Deus abre), foi o nono juiz dos israelitas, foi chefe de um grupo de homens levianos (Jz. 11:3) e foi um instrumento de Deus para derrotar os amonitas (Jz. 11:33). Feriu os efraimitas (Jz. 12:4). Foi juiz em Israel por um espaço de seis anos (Jz. 12:7). Está listado entre os heróis da fé em Hebreus 11:32. Nasceu de um relacionamento de seu pai com uma prostituta. Por causa de ser filho bastardo foi expulso de casa pelos seus irmãos (Jz. 11:1-2).

Antes de sair para a batalha contra os filhos de Amom, Jefté fez um voto ao Senhor, através do qual ele ofereceria a Deus, em holocausto, quem primeiro da porta de sua casa lhe saísse ao encontro, caso o Senhor lhe concedesse vitória sobre seus inimigos. Quando Jefté retornou, a primeira pessoa que saiu ao seu encontro foi sua filha, e ele recusou-se a não honrar o voto que havia feito.

A Bíblia, no entanto, diz com clareza que o sacrifício humano é uma abominação ao Senhor (Lv 18:21; 20:2-5; Dt 12:31; 18:10). Como é que Deus poderia permitir que Jefté oferecesse sua filha, e ainda relacionou-o entre os campeões da fé em Hebreus 11:32?

Muitos têm entendido que Jefté ofereceu a vida de sua filha ao Senhor, dada a natureza inviolável de um voto feito a Deus (cf. Ec 5:2-6). E mais, observam que um holocausto envolve o sacrifício de uma vida, e justificam esse procedimento tendo por base que um voto a Deus tem precedência sobre tudo o mais, até mesmo sobre a vida humana (cf. Gn 22). Deus é soberano sobre a vida e a toma quando quer (Dt 32:39), como finalmente o faz (Hb 9:27).

Entretanto, por diversas razões, não é necessário admitir que Jefté tenha oferecido um sacrifício de morte.

Primeiro, ele tinha consciência da lei contra o sacrifício humano, e se essa fosse sua intenção quando fez o voto, um sacrifício humano, ele saberia que isso teria sido uma clamorosa rejeição da lei de Deus. E outro detalhe ao qual devemos nos ater é que o Espírito do Senhor veio sobre Jefté quando saiu para lutar contra os amonitas (Jz. 11:29), e só isso em si já nos dá bases suficientes para crermos que ele não faria nada contrário à vontade de Deus. Há comentaristas, como o caso de Davidson (N.C.B.) que afirma que Jefté teria cumprido o seu voto de holocausto literalmente, pois isso não lhe seria estranho pelo fato de ser um semi-cananeu. Deus jamais exigiu na Lei sacrifícios humanos, tão pouco exigiu dele tal ação. Outra pessoa que advoga a causa de ter Jefté sacrificado a filha é o historiador judeu Flávio Josefo, dizendo: "...sacrificou a vítima inocente, que Deus não desejava dele e que nenhuma lei obrigava a oferecer-lhe."

Em segundo lugar, o texto não diz ter ele realmente matado sua filha como holocausto. Isto é apenas inferido por alguns porque ele tinha prometido que quem quer que primeiro saísse de sua casa seria oferecido ao Senhor "em holocausto" (11:31). Como Paulo mostrou, os seres humanos devem ser oferecidos a Deus como um "sacrifício vivo" (Rm 12:1), e não como sacrifício de mortos. É possível que Jefté tenha oferecido sua filha ao Senhor como um sacrifício vivo. Por todo o resto de sua vida ela serviria ao Senhor na casa do Senhor e permaneceria virgem.

Terceiro, um sacrifício vivo de perpétua virgindade era um sacrifício tremendo no contexto judaico daqueles dias. Fazendo alguém voto de perpétua castidade, e sendo dedicada ao serviço do Senhor, ela não poderia jamais ter filhos e assim dar continuidade à linhagem familiar de seu pai. Jefté agiu com muita honra e grande fé no Senhor, não voltando atrás em relação ao voto que ele havia feito ao Senhor seu Deus. Jefté é citado pelo profeta Samuel em 'I Samuel 12:11' junto com Gideão, Baraque e o próprio Samuel como libertadores do povo de Israel.

Quarto, este modo de ver a questão apóia-se no fato de que quando a filha de Jefté saiu para chorar por dois meses, ela não saiu para lastimar a sua morte iminente. Não, ela saiu e "chorou a sua virgindade" (v 38).

Finalmente, se ela tivesse de enfrentar a morte ao fim dos dois meses, teria sido muito simples para ela casar-se com alguém e viver com essa pessoa durante os dois meses que antecederiam sua morte. Não havia razão para a filha de Jefté lastimar pela sua virgindade, a menos que estivesse com a perspectiva de viver toda uma vida nessa condição. Como Jefté não tinha outros filhos, sua filha não se lamentou acerca de sua virgindade por causa de nenhum desejo sexual ilícito.

Deixe sua opinião concordando ou discordando, enriquecendo assim nossa pesquisa.

www.oucaapalavradosenhor.com

Bibliografia consultada:

BOYER, Orlando. Pequena Enciclopédia Bíblica: São Paulo: CPAD, 1966.
DAVIDSON, F. O Novo Comentário da Bíblia. 3ª Ed. São Paulo: Ed. Vida Nova, 1990.
BOYER, Orlando. Dicionário Bíblico Universal: São Paulo: CPAD, 1999.
DAVIS, John D. Dicionário da Bíblia de John Davis: 3ª Ed. São Paulo: Hagnos, 2005.
JOSEFO, Flávio. História dos Hebreus: De Abraão à queda de Jerusalém. Rio de Janeiro: CPAD. 8ª Ed., 2004.

Um comentário:


  1. -----A FILHA DE JEFTÉ FOI MESMO SACRIFICADA, EM HOLOCAUSTO-----PORÉM, DEUS NÃO ACEITOU TAL SACRIFÍCIO. JEFTÉ FEZ "Sacrifício de Tolo", e teve que cumpri-lo.
    .
    .
    Vejamos...
    .
    .
    _____________
    ALGUNS TEÓLOGOS DIZEM QUE JEFTÉ "ASSASSINOU" SUA FILHA...EM "HOLOCAUSTO".
    .
    .
    Embora DEUS jamais aceitaria um "SER HUMANO" sendo assassinado como "OFERTA"...Ele deu aos homens o "LIVRE-ARBÍTRIO". E quando alguém faz "VOTO DE TOLO", terá que cumprir e sofrer as consequências.
    .
    .
    Lembremos que DEUS PROIBIU O "ABORTO"... proibiu também "O SACRIFÍCIO DE CRIANÇAS" aos deuses pagãos... Então concluímos que DEUS NÃO ACEITOU A FILHA DE JEFTÉ, como "oferta".
    .
    .
    Muitos dizem que ela foi "CONSAGRADA A DEUS" para sempre. Servindo a Ele no Templo Religioso que ficava em SILÓ. Mas, quando lemos atentamente o (versículo 39) PODEMOS VER QUE A FILHA DE JEFTÉ, CHOROU A SUA VIRGINDADE, E DEPOIS DE DOIS MESES ELA VOLTOU PARA O SEU PAI, E JEFTÉ....."CUMPRIU NELA" O SEU VOTO.
    .
    .
    .
    JEFTÉ "CUMPRIU EM SUA FILHA" O VOTO QUE FEZ A DEUS, de forma precipitada. Pois estava acostumado com os costumes pagãos das nações vizinhas, os quais "OFERECIAM OS SEUS FILHOS EM SACRIFÍCIO AOS DEUSES PAGÃOS"
    .
    .

    Muitos teólogos dizem que a FILHA DE JEFTÉ CHOROU A SUA "VIRGINDADE" porque sabia que, sendo "CONSAGRADA" ao Senhor Deus, ela nunca mais poderia de casar, nem ter filhos, o que é o sonho de toda mulher.

    .
    .
    Como exemplo disso, vemos que as filhas de Ló, para não ficarem sem filhos, elas "EMBRIAGARAM O PRÓPRIO PAI" e se deitaram com ele para poderem "GERAR FILHOS"... Pois elas imaginavam que, a destruição de Sodoma e Gomorra, havia exterminado todos os homens da face da terra, restando somente o seu pai, O JUSTO LÓ, sobrinho de Abraao. - Gênesis 19
    .
    .
    Para muitos, que preferem NÃO ACEITAR O TEXTO BÍBLICO NA ÍNTEGRA, a filha de Jefté NÃO FOI SACRIFICADA, ela foi levada ao Templo Religioso de Siló, e lá, ela serviu ao Senhor Jeová, todos os dias de sua vida. Por isso, o texto de Juízes, falando a respeito do "VOTO DE JEFTÉ", ENVOLVENDO SUA FILHA...diz:
    "...e ELA NUNCA CONHECEU HOMEM ALGUM..."
    .
    .
    Porém, se ANALISARMOS COM ATENÇÃO O VERSÍCULO (- 39)...Vemos claramente QUE A FILHA JEFTÉ voltou para a sua casa, após "CHORAR A VIRGINDADE" por dois meses. E acabando estes "dois meses" JEFTÉ A SACRIFICOU EM "HOLOCAUSTO", da mesma forma que Abraão fez com Isaque, mas Deus o impediu, e Abraão sacrificou um cordeiro no lugar de seu filho Isaque.
    .
    .

    No caso de Jefté, Deus não o impediu, porque Ele não mandou Jefté fazer "VOTOS ABSURDOS"...Então Jefté fez tudo por conta própria, ao dizer: "O QUE SAIR DE MINHA PORTA AO MEU ENCONTRO, SERÁ SACRIFICADO COMO OFERTA AO SENHOR DEUS, EM HOLOCAUSTO"...
    .
    .
    .
    Esta passagem é triste, porém, O SACRIFÍCIO HUMANO já era comum nos tempos de Jefté... Mas somente as nações pagãs e idólatras faziam isso. JEFTÉ PENSOU QUE PODERIA "IMITAR" os costumes destes povos pagãos, e, pelo que o texto indica...ELE MATOU SUA FILHA, FAZENDO COM ELA UM "HOLOCAUSTO" e dedicou isso ao Senhor. Mas repito: DEUS NUNCA SE AGRADOU DE SACRIFÍCIOS HUMANOS...

    .
    .
    Portanto JEFTÉ fez o seu voto, matando sua filha, podemos dizer que...EM VÃO !!! À TOA......Pois Deus nunca esteve neste negócio, mesmo que O ESPIRITO SANTO tenha estado com ele para vencer a guerra. MAS PARA RECEBER O "SACRIFÍCIO DE TOLO", ISSO NÃO.........JAMAIS!
    .
    .
    .
    ** JEFTÉ prometeu entregar algum animal, ou a sua filha, para servirem em algum Templo Religioso? NÃO! Ele falava de "HOLOCAUSTO" = MORTE!
    .
    ..
    .
    Toda Escritura Bíbliaca exige: "CRER OU NÃO CRER?"
    .
    .
    Graça e Paz a todos!
    .
    .
    .
    .

    ** JUNIOR OMNI - 2015

    ResponderExcluir

Comente à vontade. Opine, concorde, discorde (é um direito seu), apenas seja coerente com a postagem. Evite comentar anonimamente, caso contrário, poderemos optar por não publicar seu comentário. Se tiver um Blog, deixe o seu endereço para retribuirmos. Os comentários podem não refletir nossa opinião, pois os mesmos são de responsabilidade dos leitores do Blog. Obrigado por deixar o seu comentário.

Volte sempre

Romanos 14:9

SIGA-NOS NO TWITTER

O nosso endereço no Twitter é:
oucaapalavrads
Será um prazer ter vc conosco.

OUÇA A PALAVRA DO SENHOR.

Pesquisar este blog

Carregando...

Esta foi a sua vida

SEJA BEM VINDO AO OUÇA A PALAVRA DO SENHOR

ESPERAMOS PODER CONTRIBUIR PARA O CRESCIMENTO DE SUA FÉ.